Medicina no século XXI - Medicina e os Meios de Comunicação Social

DOMINGO | 8 ABRIL | 10H00

É amplamente reconhecido que a medicina mudou muito ao longo dos últimos anos. De facto, em pleno século XXI, ser médico deixou de se resumir ao domínio de competências técnico-científicas e a uma partilha de conhecimentos unilateral. Se é factual que o conhecimento atualmente disponível para a população em geral aumentou, também é verdade que a desinformação médica da população portuguesa e dos media é cronicamente conhecida – e, por conseguinte, amplamente difundida -, estando a Saúde e a Medicina nos temas de conversa prediletos em tertúlias e nos meios de comunicação social. Neste sentido, cresce a responsabilidade dos médicos mais mediáticos e com uma voz ativa, quer como transmissores de conhecimento privilegiado quer como exemplos a seguir.

O que mudou em relação ao passado e para onde caminhamos? Qual o papel do médico na sociedade atual? E como comentador televisivo? Qual a melhor forma de comunicar medicina e de esclarecer a população? Será o comentário e o jornalismo médico uma opção de carreira médica na atualidade?

Palestrante

Líder do Centro Hepato-Bilio-Pancreático e Transplantação (CHBP) do Hospital Curry Cabral em Lisboa, o Prof. Dr. Eduardo Barroso é um dos cirurgiões mais mediáticos do nosso país e uma referência mundial na área da transplantação hepática, tendo sido eleito Presidente da Sociedade Portuguesa de Cirurgia para o biénio de 2016/2018. É médico pessoal de algumas das personalidades mais influentes da sociedade portuguese e é uma voz ativa nos diferentes meios de comunicação social, sendo conhecido pelo seu comentário e regulares aparições televisivas.

Carismático e um comunicador de medicina por excelência, estará no próximo dia 8 de Abril pelas 10h no MED.WIN 4.0 para nos dar a sua perspetiva sobre a relação emergente da Medicina do século XXI com os media e a inerente responsabilidade social do jornalismo médico.

Conhecido pela sua rubrica semanal no programa “Agora Nós” da RTP e mais recentemente pela estreia do seu próprio programa “Diga Doutor”, o Dr João Ramos é um fiel defensor da humanização dos cuidados de saúde e à relação de proximidade médico-doente.
Formado pela Faculdade de Medicina de Lisboa e especialista em Medicina Geral e Familiar, percebe melhor que ninguém a importância de dar voz às dúvidas dos doentes, numa era em que a desinformação e o recurso ao Dr. Google são um fenómeno crescente.